025. Ir 12 x's ao cinema (2/12) - Iron Man 2

Tenho que começar por confessar que este não é mesmo o meu género de filme! Nada mesmo! Mas o esponjo lá me convenceu! E a restante companhia também ajudou ;) Porém, sempre soube que não ia gostar do filme!

Resumidamente, o filme gira em volta da pressão feita a Tony Stark para partilhar a sua tecnologia com os militares, porém este recusa-se sempre. Ao mesmo tempo vivemos outros dois conflitos: o de Tony estar a morrer e o da vingança de Ivan Vanko. E tudo isto se vai misturando com toneladas de efeitos especiais e pouquissíma história!



Passei o filme todo a reparar nos pormenores técnicos... na iluminação do 3d, nas explosões, na hud, etc.. é sempre o que me acontece nos filmes com uma história que não me desperte interesse.
O que nem foi bem o caso neste, simplesmente a história era tão pouco elaborada, que eu começava a divagar.
A única coisa que me pareceu muito bem, foi a qualidade técnica. Os detalhes do 3d, os efeitos especiais e até o pormenor dos grafismos que vemos habitualmente (no telejornal e na corrida) estavam 5*.

Mas, para mim, é apenas um filme que vive dos efeitos especiais e da piada fácil.
Por isso, não consigo dar-lhe mais que 2 valores em 5! :P

Ah! E já avisei o esponjo que quem escolhe os 3 próximos filmes sou eu! Por isso nada de super heróis, explosões e afins! Ufa!!! :)

Bjs bigodianos e um até breve!

025. Ir 12 x's ao cinema (1/12) - Kick-Ass

E sábado à noite foi dia de cinema. De Kick-Ass!
Confesso que não é muito o meu género de filme, mas aqui em casa "tem" de se ver todos os filmes de bd. E eu lá fui..


Tinha lido/visto muito boas críticas e, por isso, confesso que estava à espera de mais, de muito mais. Nunca tinha lido a b.d. e conhecia a história muito muito por alto.

Mas apesar de não ter correspondido na totalidade às minhas expecativas, gostei. De todos os que vi de b.d. foi dos melhorzitos.

Resumidamente, Dave Lizewsk (Aaron Johnson) é um adolescente 'normal', daqueles invisíveis para as raparigas! Grande fã de b.d., um dia decide que vai ser um super-heroi mesmo não tendo poderes! E a partir dai desenvolve-se toda a história, com um excelente equilíbrio entre partes de acção e de comédia.

Para mim, as personagens são o melhor do filme.
São actuais, bem pensadas, diferentes do habitual nestes filmes.
As referências ao YouTube, MySpace, Lost, etc., aproximam-nos muito mais do filme e tornam-no mais real, mais plausível. Com estas referências, torna-se mais fácil acreditar que tudo aquilo seria possível, por serem muito actuais e fazerem parte do nosso dia a dia.

Fiquei especialmente fã da Hit Girl... quando for 'grande' quero ser assim! :P Uma menina de 11 anos destemida, que mata como quem muda de roupa, que pragueja e domina qualquer arma. É fabuloso ver uma personagem tão diferente do esperado. Apesar de que calculo que vá dar algumas polémicas!


O filme tem uma mistura de géneros e influências particularmente vísiveis, desde as cenas de acção que se misturam entre o estilo do Matrix e do Kill Bill às cenas de amor/filme de adolescentes que variam entre um estilo mais comercial, quase Spiderman, e um estilo mais alternativo, como um Juno ou Garden State. E uma banda sonora que encaixa na perfeição com o filme.

É mais do que um simples filme de super-heróis e essa é a maior de uma série de agradáveis surpresas.

Moral da História: dou-lhe 3 valores em 5! :P

Bjs bigodianos e um até breve!